VIVER MELHOR


Canção da América
(Milton Nascimento)

Amigo é coisa para se guardar
Debaixo de 7 chaves,
Dentro do coração,
Assim falava a canção que na América ouvi,
Mas quem cantava chorou ao ver o seu amigo partir,
(...)

Amigo é coisa para se guardar no lado esquerdo do peito,
Mesmo que o tempo e a distância digam não, mesmo esquecendo 
a canção...
O que importa é ouvir... a voz que vem do coração.

Pois seja o que vier, venha o que vier...
Qualquer dia, amigo, eu volto a te encontrar
Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar

Esta canção, canto para todos os amigos, essenciais em minha vida! Como o amigo Dácio!

Parabéns pelo seu aniversário!
Mais homenagem no Blog Mascarados: http://mascarados.wordpress.com

 

VAMOS CUIDAR BEM DA INFÂNCIA? O AMOR CONSTRÓI PILARES DE VIDA!

VISITE: http://www.amazoniaparasempre.com.br  Assine o doc em favor da NOSSA MATA

ESTOU MUDANDO O BLOG PARA OUTRO ENDEREÇO: http://severaceci.blogspot.com



Escrito por Ceci às 00:18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


MULHER SERENIDADE

 

Na calma da tarde, a mulher e o homem trabalham.

Ele ao lado do quiosque, debaixo da mangueira, ela sentada. Sentada e serena.

O homem, em gestos seguros, abre dois verdes cocos e serve as sedentas mulheres, de repente passantes.

Ela negra redonda, nos seus possíveis 35 anos. A saia cobre-lhe os joelhos juntados sob as mãos,

como nuvens pousadas. A mulher sentada olha seu homem. Olha o tempo, mira o agora.  

Ele gastado do tempo, traços de índio, parece mais velho, olhar de franqueza,

debaixo da frondosa mangueira, no meio da rua.

Os filhos são três no Centro de Artes do Estado, logo ali, pertinho deles, aprendem a pintar, cantar e  dançar.

O mais afoito viola em cordas na tarde serena. O mestre  abismado sabe  a dança dos dedos meninos.

Os sons voam, as cores volteiam em pincéis, no coração da mulher-encantamento.

Ela parece ouvir melodias celestiais, prenúncio de alegrias na volta pra casa.

Cabeça ereta, a mulher ergue os olhos, em frente o marido.

Ele serena, volta seus olhos para a sublime mulher, na paciência da tarde. Entendimento perfeito,

silêncio de almas, de corpos que falam, na dança amorosa, iniciada no olhar.

Um riso desenha a alegria, na calma da tarde: uma mulher, um homem, crianças felizes,

constroem seu amanhã, entre sons, cores, doçura, de fonte segura.

 

ATRIBUTO AMIZADE

 

Amigo presente, mesmo distante,

Amigo que pensa, soma, completa.

Buscador da forma original!

restaura, modela

Corpo e alma !

Filósofo, poeta, artista das cores,

Formas e palavras!

Ao Dácio, Parabéns pelo aniversário!

 

 



Escrito por Ceci às 18:47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Nordeste, JOAO PESSOA, Mulher, Portuguese, French, Arte e cultura, Viagens



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Adelaide
 Alex
 Blogue da Magui
 crystal
 Dácio Jaegger
 Dora
 Hanna Gantous
 Jeanete Ruaro
 JFS
 LOBA
 Márcia (clarinha)
 Oceanos e Desertos
 Rubo Jünger Medina
 Transmimentos de Pensações
 Um_Barco
 Vidas Marcadas
 Zeca
 Cássio Amaral
 BAGATELAS
 Míriam Monteiro
 ConchitaMC
 Indira
 Francisco Dantas
 Francisco Sobreira
 Lúcia
 Bené Chaves
 DULCINEIA
 Blog do Wali
 MIOLO DE POTE
 Drika
 LAURA
 PALIMPNOIA
 Elis
 A Rosa do Deserto
 PROSA & VERSO
 Lino Rezende
 Minina
 BETH, MULHER QUE NÃO DESISTE
 Lívia
 Adônis Belo
 Clarice
 Kaline Alves
 Taís Morais
 MASCARADOS DA LOBA
 Ernâni Motta