VIVER MELHOR


Saudades do poeta itabirano...

 

A MOÇA FERRADA    de   Carlos Drummond de Andrade

 

Falam tanto dessa moça. Ninguém viu

mas todos juram.

Cada um conta coisa diferente,

e todas concordantes.

Dizem que à noite, ela. Ela o quê?

E com quem? Com viajantes

que somem sem rastro

gabando no caminho

os espasmos secretos (tão públicos) da moça.

 

Sobe a moça

a ladeira da igreja

para a reza de todas as tardes,

De branco perfeitíssimo,

alta, superior, inabordável,

(luxúria de mil-folhas sob o véu,

murmura alguém).

À noite é que acontecem coisas

no quarto escuro. Ganidos de prazer,

escutados por quem? se ninguém passa

na rua de altos muros-horas?

Pouco importa, a moça está marcada,

marca de rês na anca,

ferro em brasa

de língua popular.



Escrito por Ceci às 21:59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Pensando na não-violência, tema de hoje, aniversário da morte de Ghandi

   PAZ PAZ PAZ!!!

 

Parece a mim um nome lindo, uma idéia maravilhosamente idealizada, mas que não tem sustentação para a realidade.

Estar em PAZ  pessoalmente é mais fácil. No entanto, o sistema no qual vivemos não nos deixa usufruir do prazer da tranqüilidade, da calma....PAZ  exige justiça, exige compromisso com a Verdade, com a Vida, exige que os conhecimentos e outras riquezas acumuladas pela humanidade estejam disponíveis para a grande população do planeta.

E será que está? Temos certeza de que não está. Nesse caso, o que nós simples “pessoas físicas” podemos fazer para melhorar o acesso aos bens da humanidade? Como cobrar dos governantes  e de nós mesmos uma solução, um caminho?

Eu também quero PAZ

Visito uma comunidade  indígena e observo:

A Escola Fundamental não oferece estímulo suficiente aos primeiros aprendizados na cartilha ortográfica de nossa língua.  Os meninos e meninas não têm como ler um texto correntemente. Gaguejam, olham, gaguejam, baixam a vista envergonhados.. Ora, se aos 10, 11, 12 anos gaguejam,  soletrando na tentativa de ler, não compreendem os conteúdos e significados do texto em sua frente, mesmo que trate da mandioca, do milho, do peixe, ou da história do Brasil.

Mas eu cidadã, quero PAZ!

Pergunto à professora da escola? O que falta para essa escola dar melhor ensino aos meninos e meninas? Ela me olha espantada, emudece enquanto o olhar incrédulo se ausenta. Será que ninguém havia lhe perguntado isso? Será que ela se pergunta?

Fico plantada na observação do fato.

Este menino, esta menina logo terá 14 anos, terá vontade de trabalhar, quererá comprar TV, DVD, moto. Namorar, ter filhos. A casa pode ser feita na aldeia. Mas continuo a perguntar: De que se nutre a inteligência desses meninos-homens, meninas-mulheres, o que desejam para si? Como vêem esse nosso mundo que lhes aparece como ideal?

Com a chegada das disputas políticas, alguém acena para eles com um empreguinho de oitava categoria, talvez  vigia do posto, talvez  lhes forneça uma moto para trabalhar como moto-boy, ou falem até em agente sanitário...Poucas vagas, pouca competência, muitas bocas.  

Quero PAZ, penso eu.

Ora, o que um menino desses pode fazer conscientemente como profissão?

Dentro de uma população de 100 meninos, talvez  10 terminem o 1° grau. Talvez  DOIS concluam um segundo grau fajuto, com uma deficiência vocabular de fazer agonia. Terceiro grau? Nem pensar, nem mesmo têm esperança suficiente para buscar uma vaga nas cotas oferecidas pelas universidades públicas mais próximas. A deficiência no estudo lhes bloqueia a estrada.

Eu também quero PAZ!

Mas,,,, de que PAZ  estamos falando?

Daqui a pouco os meninos  estarão  com uma garrafa de cachaça nas mãos, bebendo na presença dos filhos, violentos com as próprias companheiras, eles aos 17, 18, 20, desdentados e desnutridos de esperança.

Nem mesmo um bom serviço dentário lhes preserva a arcada dentária, pronta para morder e se nutrir.

Eu também quero PAZ! E como quero, amigos! VISITE: http://www.linoresende.com.br/blog  blogagem coletiva pela PAZ!

 

 



Escrito por Ceci às 11:02
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Nordeste, JOAO PESSOA, Mulher, Portuguese, French, Arte e cultura, Viagens



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Adelaide
 Alex
 Blogue da Magui
 crystal
 Dácio Jaegger
 Dora
 Hanna Gantous
 Jeanete Ruaro
 JFS
 LOBA
 Márcia (clarinha)
 Oceanos e Desertos
 Rubo Jünger Medina
 Transmimentos de Pensações
 Um_Barco
 Vidas Marcadas
 Zeca
 Cássio Amaral
 BAGATELAS
 Míriam Monteiro
 ConchitaMC
 Indira
 Francisco Dantas
 Francisco Sobreira
 Lúcia
 Bené Chaves
 DULCINEIA
 Blog do Wali
 MIOLO DE POTE
 Drika
 LAURA
 PALIMPNOIA
 Elis
 A Rosa do Deserto
 PROSA & VERSO
 Lino Rezende
 Minina
 BETH, MULHER QUE NÃO DESISTE
 Lívia
 Adônis Belo
 Clarice
 Kaline Alves
 Taís Morais
 MASCARADOS DA LOBA
 Ernâni Motta